publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Notícias

Polícia Militar forma 56 novos sargentos em Feira de Santana

26 jul 2018

| 21:50h | Notícias
Polícia Militar forma 56 novos sargentos em Feira de Santana

O 1º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (Beic) da Polícia Militar, em Feira de Santana, formou 56 novos sargentos, na manhã desta quinta-feira (26). Eles irão atuar nas unidades especializadas do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL).

De acordo com o tenente coronel Joseilton da Hora, os novos policiais vão reforçar o policiamento em cidades como Feira de Santana, Serrinha, Euclides da Cunha, São Gonçalo, Cachoeira, entre outras que fazem parte do CPRL.

“Eles têm agora uma responsabilidade muito maior, pois comandam fração de tropa, radiopatrulha, policiamento, eventos, já estão prontos para servir bem à comunidade. Nós estamos ensinando aos nossos policiais para que possam pôr em prática novas técnicas de policiamento, novas técnicas de abordagem, e isso vai somar para melhorar o policiamento em Feira de Santana”, afirmou.

Ainda de acordo com ele, o BEIC atua com vários cursos de capacitação para os policiais e em breve formará novas turmas. “Estamos agora com 162 policiais fazendo o curso de soldados e já estamos com outra turma de sargento. Isso tudo só faz somar”.

O comandante do CPRL, coronel Luziel Andrade, avaliou que o efetivo nunca é suficiente para atender a demanda da Polícia Militar e disse que trabalha com os pés no chão.

“O estado vem contratando, tentando repor aqueles que estão indo pra reserva, e nós temos que viver a realidade. Temos que trabalhar com o que contamos. Estamos com 2.500 homens, que devem ser formar no início do próximo ano. E tem um edital convocando mais uma quantidade de policiais”.

Ele destacou que o trabalho da PM é de esforço. “Temos trabalhado na parte educativa, temos crescido muito com o Proerd, a ronda escolar, a Lei Maria da Penha. A produtividade sempre está aumentando em relação a anos anteriores. Então eu classifico como positivo, mas o que temos que ver é que o crime é muito dinâmico. A violência hoje está presente em todos os lugares e Feira de Santana é entroncamento, é uma cidade importante, e temos que avaliar”, salientou.

Com informações e fotos do repórter Ed Santos do Acorda Cidade. 



Vídeos

Arquivo de Matérias



Publicidade

Fotos

Twitter

© 2009 - 2018. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.