publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Política

Prefeitura de Salvador contrata 80 médicos para suprir déficit em postos de saúde

21 jun 2019

| 18:22h | Política
Prefeitura de Salvador contrata 80 médicos para suprir déficit em postos de saúde

Para suprir um déficit do quadro de servidores dos postos de saúde, contratará 80 médicos para rede de Atenção Básica de Saúde de Salvador. O contrato com os novos profissionais foi assinado nesta quarta-feira (19), pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário municipal da Saúde (SMS), Luiz Galvão. A cerimônia foi realizada no auditório do Hotel Portobello, em Ondina e, na ocasião, também foi assinado um contrato com a empresa Sonar para capacitação dos trabalhadores durante seis meses, através da disponibilização de todo o conteúdo médico da plataforma Sonarflix.

 

O prefeito destacou aos novatos o cenário complicado da Atenção Básica no município. “As pessoas pensam que só faltam médicos no interior do Brasil, mas, em Salvador, temos que conviver com a realidade hoje de não ter médicos suficientes para consistir as unidades. Chegamos à conclusão de que a rotatividade é muito grande e, para tentar resolver o déficit de 137 profissionais nos postos de saúde já instalados, tivemos que ir pessoalmente ao Ministério Público do Trabalho para tentar resolver a questão”, salientou.

 

Ele completou que o passo dado, com a contratação dos médicos, é fundamental para a saúde da população. “Talvez não tenham noção da importância da contratação que estamos fazendo. Com esses 80 profissionais, a Prefeitura vai permitir oferecer uma condição boa às unidades que estão instaladas. Acredito que, até o começo de setembro, teremos todos os 137 profissionais para não deixar uma unidade sem médico. Hoje vocês têm um papel fundamental na cidade”, disse ACM Neto aos contratados.

 

O secretário Luiz Galvão explicou a situação de carência de profissionais médicos na rede municipal de saúde. Um dos fatores é um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado entre o Município, o MPT e o Ministério Público Federal (MPF) em 2008, que determina que Salvador só pode contratar médicos através de concurso público. A prefeitura diz que a rotatividade é grande, e que, mesmo com a realização de concurso e seleção por Reda, não consegue preencher o quadro. Com a mudança no Mais Médicos, Salvador passou a ter 140 vagas ociosas. A prefeitura recorreu ao MPT para viabilizar uma solução para o problema.



Revista

REVISTA QUEMBAHIA.COM

Arquivo de Matérias



Publicidade

Podcasts

Saiba tudo sobre o Mercado Imobiliário com Corretor de Imóveis Cezinha dos olhos D'água.

Minha Figura
00:00
Download

A Psicóloga Flavia Sampaio fala sobre Psicologia Positiva no Programa .

Minha Figura
00:00
Download
Ver todos os Podcasts

Fotos

Twitter

© 2009 - 2021. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.