publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Notícias

01 jun 2010

| 00:17h | Notícias

Para Waldir Pires, a decisão do PT de indicar Pinheiro na chapa ao Senado, ao lado de Lídice da Mata (PSB), foi soberana e aconteceu de forma “natural”. Apesar disso, ele acredita que houve interferência do governador Jaques Wagner na escolha. “Já não seria uma surpresa. Eu desejava que a decisão fosse tomada assim, de forma democrática. Evidentemente que, com a tomada de decisão do governador, a candidatura teria que ser influenciada pela sua presença. É natural. Essa disputa não significava nenhuma modificação em minha posição política. Eu quero que o PT se faça sempre um partido de decisões democráticas”, recomendou. Ex-ministro do governo Lula na CGU e na Defesa, ele recorda das suas colaborações na gestão e dá um conselho às novas gerações: “Desejo a vitória de Lula e de Dilma, pois participei e vi pessoalmente que o Brasil deu um salto. Nós somos hoje referência do mundo contemporâneo. Eu tive a iniciativa em 2004, quando estava lá, e o presidente Lula apostou na ideia de implantar a transparência na Controladoria Geral da União. Fizemos com que se publicasse e tornasse acessível aos cidadãos, sem uso de senha, quase 1 bilhão de informações. Os jovens devem começar a acompanhar as despesas e receitas públicas para que a democracia seja cada vez mais eficiente”, aconselhou.



Revista

REVISTA QUEMBAHIA.COM

Arquivo de Matérias



Publicidade

Podcasts

Saiba tudo sobre o Mercado Imobiliário com Corretor de Imóveis Cezinha dos olhos D'água.

Minha Figura
00:00
Download

A Psicóloga Flavia Sampaio fala sobre Psicologia Positiva no Programa .

Minha Figura
00:00
Download
Ver todos os Podcasts

Fotos

Twitter

© 2009 - 2021. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.