Taxista agride verbalmente turista que aguardava Uber em Porte Seguro - Notícias - Quem Bahia
publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Notícias

Taxista agride verbalmente turista que aguardava Uber em Porte Seguro

09 dez 2017

| 07:46h | Notícias
Taxista agride verbalmente turista que aguardava Uber em Porte Seguro

Um motorista de táxi de Porto Seguro, cidade do sul da Bahia, agrediu verbalmente uma turista que aguardava um carro do aplicativo Uber. O caso aconteceu na quinta-feira (7), na entrada da balsa do município. Um vídeo flagrou o momento em que o taxista grita com a mulher e chega a xingá-la. A turista praticamente não reage às agressões.

A disputa dos taxistas com motoristas de Uber em Porto Seguro começou no dia 29 de novembro, quando carros cadastrados no aplicativo começaram a rodar na cidade, que recebe muitos turistas o ano inteiro.

A Prefeitura de Porto Seguro informou que abriu sindicância para apurar o ocorrido. Segundo a gestão do município, durante a investigação, o alvará do táxi fica suspenso e o taxista não pode rodar na cidade.

Polêmica

Desde que o Uber começou a operar em Porto Seguro, três queixas contra agressões de taxistas já foram registradas na delegacia.

O diretor de vídeo Rod Pereira disse que foi abordado por taxistas quando estava em um carro cadastrado pelo aplicativo Uber, na noite da última terça-feira (5), e que ele e o motorista foram ofendidos e perseguidos por um longo trecho.

"Na verdade, eram quatro taxistas que estavam nos perseguindo, esse [contra quem ele prestou queixa] estava armado, eu consegui tirar uma imagem dele, estava com a camisa de táxi mesmo, estava com o carro plotado. Na ocorrência que eu fiz, eu identifiquei a placa. Fomos ameaçados de morte, realmente uma situação bem angustiante".

Segundo o delegado titular da 1ª Delegacia Territorial de Porto Seguro, Marcelo Paiva, alguns taxistas até já confundiram veículos de turistas e moradores com carros do Uber. "Uma escrivã de polícia foi parada com seu carro, quando ia trabalhar, se identificou, e mesmo assim eles ficaram querendo intmidá-la. Eles foram conduzidos para a Delegacia do Turista", afirmou.

Na ultima terça-feira, dois taxistas chegaram a ser presos, mas foram liberados. Eles vão responder por constrangimento ilegal, exercício arbitrário das próprias razões, danos materiais e injúria. "Eles não podem simplesmente chegar e usar o poder de polícia, porque eles não são policiais", acrescentou o delegado
Ivanildo Ribeiro, presidente do Sindicato dos Taxistas, disse que não concorda com a ação dos motoristas de táxi, e que a recomendação é não agredir ninguém.

"Orientamos os associados a agir de forma comportada, porque nós, como instituição, temos cobrado às autoridades providências, e não aprovamos qualquer tipo de violência.

Uma lei municipal que proíbe a circulação de carros cadastrados pelo aplicativo foi aprovada pela Câmara de Vereadores, e entrou em vigor no dia 29 de novembro. De acordo com o vereador Robinson Vinhas, a antiga prefeita não vetou nem sancionou lei. O prefeito que assumiu neste ano também não aprovou e nem vetou e, por isso, o prazo esgotou e a Câmara promulgou o projeto de lei.

Com base na lei promulgada pela Câmara de Vereadores, a Secretaria de Trânsito e Serviços Públicos, em parceria com a Guarda Municipal, realizou uma operação nesta semana em Porto Seguro, na qual três carros que fazem corrida pelo Uber foram apreendidos. Cada motorista vai ter que pagar uma multa de R$ 10 mil para ter o carro liberado.

A Secretaria de Trânsito de Porto Seguro informou que vai continuar com as fiscalizações e apreensões de veículos Uber. Nos casos de violência registrados na polícia, se o taxista for condenado, a secretaria também pode cancelar a licença municipal dele. Em nota, a empresa Uber alega que as apreensões são indevidas, porque o serviço foi liberado por uma lei federal, e que vai continuar o trabalho na cidade.

Fonte: G1



Vídeos

Arquivo de Matérias



Publicidade

Fotos

Twitter

© 2009 - 2018. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.