publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Notícias

Prefeitura vai investir cerca de R$ 40 milhões em centro educacional na área do Feira Tênis Clube

16 jul 2019

| 17:27h | Notícias
Prefeitura vai investir cerca de R$ 40 milhões em centro educacional na área do Feira Tênis Clube

Com um depósito judicial no valor de R$ 9 milhões, o Governo Municipal deu um passo decisivo para transformar o Feira Tênis Clube em um  Centro de Educação Complementar. O complexo educacional será voltado à captação e formação pedagógica da Rede Municipal de Ensino, com ênfase na promoção de atividades esportivas e culturais.

A desapropriação da área de 12 mil metros quadrados, onde por décadas funcionou o tradicional clube social, ocorreu através de Decreto Municipal declarando o espaço de utilidade pública, com vistas a preservar o importante patrimônio arquitetônico da cidade.

O projeto arquitetônico, desenvolvido por uma equipe de arquitetos da Secretaria Municipal de Planejamento, vai abrigar a sede da Secretaria de Educação com os seus respectivos departamentos, bem como um auditório para 350 lugares.

Um Centro de Formação Pedagógico, dotado de oito salas multiuso e informática, também contará com dois auditórios com capacidade para  mil pessoas; salas de línguas.

A Secretaria de Educação será edificada num prédio de sete pavimentos, na rua Barão de Cotegipe, numa área onde funcionou o Ginásio de Esportes Péricles Valadares. O espaço contará com edifício/garagem.

A secretária Jayana Ribeiro (Educação) salientou que serão preservadas três piscinas remanescentes do Parque Aquático do Feira Tênis Clube. O objetivo é usá-las para a prática de esportes aquáticos, com prioridades para crianças e jovens portadores de algum tipo de deficiência.

De acordo com o prefeito Colbert Martins Filho, os recursos utilizados para erguer o complexo educacional são oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), sendo que a obra está orçada entre R$ 20 a R$ 30 milhões, e deverá ser concluída dentro de um ano e meio.

“O Aristocrático” e sua memória

Fundado em meados da década dos anos l940, o Feira Tênis Clube, que em seu apogeu viveu momentos de glória, com suas festas e atrações antológicas, além da sua incomensurável contribuição para a formação de jovens atletas e para o esporte amador de Feira de Santana,  terá a sua memória e a sua história preservadas numa grande biblioteca.

De acordo com o secretário Carlos Brito (Planejamento), a construção do Centro de Educação Complementar é parte do projeto de requalificação do Centro Comercial de Feira de Santana:

“Se a Prefeitura não tivesse a iniciativa de adquirir este patrimônio histórico para preservá-lo, esta área seria transformada num grande supermercado atacadista. A biblioteca abrigará um acervo de toda a produção literária de autores exclusivamente feirenses, e será um centro de pesquisa e de preservação da nossa história”, disse.

O ato, ocorrido no Salão de Reuniões do Paço Municipal Maria Quitéria, na manhã desta terça-feira,16, é considerado um marco histórico pela Administração Municipal, e, segundo o prefeito Colbert Martins, “o Centro de Educação Complementar vai reunir todas as condições necessárias para a promoção da qualificação do Ensino Público, em Feira de Santana”, pontuou.

A solenidade contou com as participações de secretários municipais, lideranças políticas e representantes da imprensa.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Quem bahia. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.



Arquivo de Matérias



Publicidade

Podcast

Presidente do Consórcio do Nordeste Rui Costa se reúne com embaixadores da Itália e da Espanha

Minha Figura
00:00
Download

Fotos

Twitter

© 2009 - 2019. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.