publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Notícias

Feirenses brilham no Mundial de Karatê Shotokan, na Irlanda

03 set 2019

| 15:29h | Notícias
Feirenses brilham no Mundial de Karatê Shotokan, na Irlanda

Pouco mais da metade da Seleção Brasileira que disputou o 5º Campeonato Internacional de Karatê Shotokan/JKS, a delegação feirense ganhou 19 medalhas.

Atletas feirenses tiveram o apoio da Prefeitura de Feira de Santana, por meio do Programa PróCultura/Esportes.

Três de ouro, seis de prata e outras dez de bronze, conquistadas nas modalidades individual, equipe, katá (simulação de luta real) e kumitê (luta real).

A competição aconteceu entre os dias 23 e 25 de julho, em Dublin, Irlanda, teve a participação de mais de 30 países. Na tarde deste domingo, 1º, atletas e familiares se confraternizaram.

Pela primeira vez o Brasil ficou entre os cinco primeiros, atrás do Japão, Inglaterra e Escócia e à frente de potencias como China, França e Itália.

O resultado, diz o atleta e técnico, Adriano Araújo, credenciou o Brasil para sediar o campeonato mundial de 2021.

A quantidade de pódios, disse, o surpreendeu, mas estava confiante em um bom resultado. “Foi melhor do que a gente esperava. Mas tudo isso é resultado de treinos intensos”.

“Com determinação superamos nossas dificuldades, tanto de patrocínio como de locais de treinamento e demos o melhor de nós”, afirmou o atleta.

Base da seleção brasileira, os feirenses vão estar na equipe que vai disputar o Sulamericano no próximo ano, no Chile.

“Os números mostram que o caratê de Feira de Santana é forte e apresenta um elevando nível técnico”, afirmou o mestre Oldac Araújo.

Trigêmios idênticos, Gabriel, Luan e Ian, 17 anos, faixas-marrom, ainda comemoram a maior das suas conquistas neste esporte, ao exibir medalhas de ouro, prata e bronze.

“A expectativa grande e o alto nível da competição impressionou”, afirmou Gabriel, que ganhou uma medalha de bronze e outra de ouro.

Ian destacou a organização e a determinação dos atletas para se posicionar no pódio. “Todos brigaram muito pelas medalhas”.

Para Luan, o campeonato foi um evento que vai ser traduzido em experiências para as competições vindouras.

A equipe de dez anos, formada por Luan, Vitor e Oldac também fez bonito e trouxe medalhas de ouro – cada um deles carregava no pescoço duas medalhas.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Quem bahia. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.



Arquivo de Matérias



Publicidade

Podcast

Rui Costa comemora geração de empregos na inauguração da nova loja da Cesta do Povo no Ogunjá

Minha Figura
00:00
Download

Fotos

Twitter

© 2009 - 2019. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.